Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Pontos do Crochê: Como fazer!

Se aventurar no mundo do crochê é como abrir um portal para a criatividade ilimitada. No entanto, como em qualquer jornada, é importante começar pelos fundamentos. Neste guia, você vai mergulhar nos pontos de crochê que são essenciais para todo iniciante.

Esses pontos formam a base de praticamente qualquer projeto de crochê, desde os mais simples até os mais elaborados. Dominar esses pontos é como aprender o alfabeto antes de escrever uma história incrível.

Cada ponto é como uma ferramenta em seu kit de criação. Imagine-os como as notas musicais que compõem a melodia do seu trabalho final. À medida que você avança neste guia, passo a passo, você começará a entender a versatilidade de cada ponto e como combiná-los pode criar texturas e padrões incríveis.

Se você é novo no crochê, não se preocupe. Vamos conduzi-lo através de cada ponto com instruções claras e exemplos de uso. Se você já tem alguma experiência, este guia também pode servir como uma revisão útil. Mesmo os crocheteiros mais experientes sabem o valor de dominar os pontos básicos.

Então, pegue sua agulha, enrole o fio e vamos começar a explorar os pontos fundamentais que abrirão as portas para sua jornada criativa no mundo do crochê. Vamos criar não apenas peças maravilhosas, mas também memórias e conexões através do poder das mãos e das agulhas.

Vamos começar com o ponto mais fundamental, o Ponto Corrente.

01. Correntinha ou Ponto Corrente (abrev. corr)

Ponto Corrente – O Início de Toda Obra em Crochê

O ponto corrente é o ponto mais simples e essencial no crochê, servindo como base para a maioria das peças e padrões. É o ponto inicial que dá forma a todo trabalho, permitindo que você crie a base sobre a qual os outros pontos serão trabalhados.

Características do Ponto Corrente:

Versatilidade: O ponto corrente é a base de todos os projetos de crochê. É usado para criar uma sequência de pontos a partir da qual outros pontos e padrões são desenvolvidos.

Comprimento Ajustável: O número de pontos corrente determina o comprimento inicial do seu trabalho. Isso é particularmente útil quando você precisa ajustar o tamanho das suas peças.

Economia de Fio: O ponto corrente consome menos fio em comparação com outros pontos, o que o torna excelente para criar correntinhas de base.

Símbolo do Ponto Corrente:
Representamos o ponto corrente com um pequeno traço horizontal. Esse símbolo simples é uma representação visual do processo de criar uma corrente.

Passo a Passo para Execução do Ponto Corrente:

  1. Segurando a agulha de crochê, enrole o fio em torno dela de trás para frente.
  2. Puxe o fio através da laçada existente na agulha, criando assim uma nova laçada. Isso formará um ponto corrente.

 

Indicações de Uso:
O ponto corrente é amplamente utilizado em:

Início de Projetos: Ele é o ponto inicial para a maioria dos trabalhos em crochê, servindo como a base sobre a qual os outros pontos serão construídos.
Conexão de Pontos: O ponto corrente é frequentemente usado para criar uma base a partir da qual você começa a trabalhar outros pontos, como o ponto alto e o ponto baixo.

Dominar o ponto corrente é fundamental para qualquer iniciante em crochê. À medida que você ganha habilidade com esse ponto, você estará preparado para explorar uma infinidade de padrões e projetos mais complexos.

02. Ponto Baixo: (abrev. pb)

Créditos @vanessa.lovatel  – Licença de atribuição Creative Commons (reutilização permitida)

O ponto baixo é um dos primeiros passos na jornada do crochê e é a base para a criação de uma variedade de peças. Este ponto é versátil e essencial, permitindo que os iniciantes se familiarizem com as técnicas fundamentais do crochê.

Características do Ponto Baixo:

Altura Média: O ponto baixo tem uma altura intermediária em comparação com outros pontos, o que o torna ideal para criar texturas e superfícies planas.
Densidade e Flexibilidade: Esse ponto oferece uma densidade controlada, sendo ao mesmo tempo flexível. Isso o torna adequado para várias aplicações, desde itens de vestuário até acessórios de decoração.
Agulha de Crochê: Para executar o ponto baixo, você usará a agulha de crochê para inserir no ponto base e trabalhar o fio.

Símbolo do Ponto Baixo:
Para representar visualmente o ponto baixo, podemos usar um pequeno “x”. Esse símbolo simplificado reflete a forma como a laçada é passada pelo ponto base.

Passo a Passo para Execução do Ponto Baixo:

Insira a agulha de crochê no ponto base.
Laçe o fio por trás da agulha e puxe-o através do ponto base, criando duas laçadas na agulha.
Laçe o fio novamente e puxe-o através das duas laçadas na agulha, deixando apenas um loop na agulha.

Indicações de Uso:

O ponto baixo é frequentemente utilizado para:

Criar tecidos mais densos, como em peças de vestuário de inverno.
Realizar detalhes e bordas delicadas em trabalhos maiores.
Formar texturas quando combinado com outros pontos, como o ponto alto e o ponto baixíssimo.

Se você está dando os primeiros passos no crochê, o ponto baixo será seu aliado constante. Praticar essa técnica fundamental o ajudará a construir uma base sólida para explorar padrões mais complexos e dar vida a suas próprias criações únicas.

03. Ponto Baixíssimo (abrev. pbx)

Créditos @vanessa.lovatel – Licença de atribuição Creative Commons (reutilização permitida)

O ponto baixíssimo é um dos pontos mais simples no crochê, mas essencial para dar um acabamento limpo a muitos projetos. Ele é usado principalmente para finalizar uma carreira de pontos, criar bordas uniformes e unir partes de uma peça. Vamos explorar suas características, aprender a executá-lo corretamente e descobrir onde ele pode ser aplicado.

Características do Ponto Baixíssimo:

  • O ponto baixíssimo é o menor dos pontos no crochê, criando uma ligação suave entre as carreiras de pontos.
  • Ele não adiciona altura à sua peça, criando um acabamento firme e compacto.
  • É frequentemente utilizado para criar bordas planas e firmes em trabalhos circulares, como toalhas de mesa e tapetes.
  • Também usamos para unir partes de uma peça, como unir anéis de amigurumi ou prender detalhes decorativos.

Símbolo da Abreviatura do Ponto Baixíssimo:

O ponto baixíssimo é normalmente abreviado como pbx nos padrões de crochê.

Passo a Passo para Execução:

  • Insira o gancho no ponto ou espaço indicado.
  • Laçada de linha (pegue uma alça de linha e puxe através do ponto, formando duas alças no gancho).
  • Passe a alça de cima por cima da alça de baixo e do gancho, criando um único ponto no gancho.

Onde Aplicar o Ponto Baixíssimo:

  • Finalização de carreiras para dar um acabamento uniforme.
  • Criação de bordas firmes em projetos circulares.
  • União de partes em amigurumis e peças de crochê.

 

Agora que você conhece o poder do ponto baixíssimo, poderá utilizá-lo para aprimorar seus projetos, garantindo um acabamento preciso e profissional. Pratique essa técnica fundamental e explore suas possibilidades em diferentes trabalhos de crochê.

04. Ponto Alto (abrev. pa)

Créditos @vanessa.lovatel – Licença de atribuição Creative Commons (reutilização permitida)

O ponto alto é um dos pontos mais utilizados no crochê, conhecido por adicionar altura e textura a uma variedade de projetos. Ele permite criar peças mais vazadas e arejadas, ideais para roupas, mantas e itens decorativos.

Características do Ponto Alto:

  • O ponto alto é mais alto que o ponto baixo, o que permite criar uma trama mais solta e vazada.
  • Ele é ideal para projetos que requerem mais ventilação, como roupas leves e peças de verão.
  • Pode se trabalhar em várias alturas, dependendo do número de laçadas feitas antes de puxar o fio através dos pontos.
  • Esse ponto é ótimo para criar texturas e padrões em sua peça, adicionando um toque único aos seus projetos.

Símbolo da Abreviatura do Ponto Alto:

O ponto alto abrevia-se como pa nos padrões de crochê.

Passo a Passo para Execução:

  • Faça duas laçadas de linha no gancho.
  • Insira o gancho no ponto ou espaço indicado.
  • Laçada de linha (pegue uma alça de linha e puxe através do ponto, formando três alças no gancho).
  • Passe a primeira alça por cima das outras duas alças e do gancho, criando um ponto no gancho.
  • Laçada de linha novamente e puxe através das duas alças restantes no gancho, completando o ponto alto.

Onde Aplicar o Ponto Alto:

  • Roupas leves e itens de verão para criar uma trama arejada.
  • Mantas e colchas, adicionando textura e altura aos pontos.
  • Itens decorativos e acessórios para dar um toque elegante e sofisticado.

 

Com o conhecimento do ponto alto em mãos, você poderá explorar uma variedade de projetos, criando peças com texturas únicas e acabamentos diferenciados. Pratique essa técnica versátil e transforme suas criações em verdadeiras obras de arte em crochê.

Gostou das dicas e dos tutorias? Então compartilha esse conteúdo com aquela amiga ou amigo que também ama crochê…

Ah! e se você também ama crochê assim como nós então não perca nenhum conteúdo aqui do Blog.

Para complementar ainda mais seus conhecimentos sobre essa arte, nós deixamos um conteúdo muito valioso explicando a Importância da Escolha dos materiais certos na hora de criar suas peças em Crochê.

Beijinhos…até mais!

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais

Conteúdos Relacionados:

Artesanato em Madeira: Dicas e Inspirações

Artesanato em Madeira: Dicas e Inspirações

Descubra o charme do artesanato em madeira com nossas dicas e ideias criativas para decorar e inspirar!

Artesanato com palito de picolé: Ideias e Dicas para te Inspirar

Artesanato com palito de picolé: Ideias e Dicas para te Inspirar

Aprenda dicas e técnicas para criar peças incríveis de artesanato com palitos de picolé e inspire-se com nossas ideias criativas!

Artesanato com Garrafas Pet: +20 Ideias para te Inspirar

Artesanato com Garrafas Pet: +20 Ideias para te Inspirar

Artesanato com garrafas PET: técnicas simples e projetos incríveis para você começar hoje mesmo a reciclar com estilo.

Artesanato Rentável: Estratégias para um Negócio de Sucesso

Artesanato Rentável: Estratégias para um Negócio de Sucesso

Descubra como tornar seu hobby em uma fonte de renda com nossas dicas de artesanato rentável!

Lembrancinhas para o Dia das Mães: +10 ideias de muito amor

Lembrancinhas para o Dia das Mães: +10 ideias de muito amor

Celebre o Dia das Mães com lembrancinhas criativas e feitas à mão que vão surpreender e emocionar a mulher mais importante da sua vida.

Amigurumi Como Fazer: passo a passo para Bonecos Articulados

Amigurumi Como Fazer: passo a passo para Bonecos Articulados

Amigurumi como fazer? Domine a arte dos bonecos articulados com nossas dicas de crochê e ideias criativas para todos os níveis.